Contabilidade para PMEs: qual sua importância?

A contabilidade para PMEs vai muito além da escrituração. Atualmente pode-se contar com a contabilidade consultiva, que engloba outras áreas do seu negócio. Quer entender mais sobre este assunto? Continue a leitura e confira!

A contabilidade para PMEs é fundamental para que os resultados da empresa cresçam cada vez mais. 

Não à toa, gestores e empresários contam cada vez mais com serviços de contabilidade consultiva. 

Mas, do que se trata? Neste conteúdo, você aprende tudo o que precisa saber sobre contabilidade para pequenas e médias empresas. Veja:

Pacote promocional - folha de pagamento + contabilidade + financeiro

O que são PMEs?

PMEs nada mais é do que um termo utilizado para se referir a pequenas e médias empresas de negócios que possuem porte reduzido. 

Pode-se dizer que o faturamento e a quantidade de colaboradores em seu quadro é um fator que determina se uma empresa se enquadra ou não. 

Neste sentido, grande parte das empresas no Brasil se encaixam nesta categoria. 

No entanto, para se enquadrar de fato, neste grupo é preciso cumprir alguns requisitos específicos como o faturamento, por exemplo. 

Porque os serviços de contabilidade para PMEs são importantes 

Um estudo revelou que mais de 70% das pequenas e médias empresas crescem devido ao seu investimento em novas tecnologias. 

Isto é, o estudo mostra que apostar em soluções como softwares para contabilidade para PMEs são fundamentais para uma boa gestão. 

Os serviços realizados pela contabilidade para PMEs são distintos, quando comparados aos aplicados às grandes corporações. 

Trabalhar dentro da realidade tributária é fator determinante na sobrevivência de qualquer empreendimento, pois as leis podem mudar a qualquer momento. 

Além disso, a saúde financeira do negócio deve ser encarado como o ponto crucial para que a sua empresa se mantenha estável no mercado.

É importante ressaltar que a contabilidade para PMEs é algo que vai muito além da escrituração. 

Pois, hoje em dia pode-se contar com profissionais consultivos, que engloba muitas áreas de um mesmo negócio, como por exemplo, recursos humanos, despesas, orientação de investimentos e até mesmo acompanhamento de resultados. 

Como são classificadas as PMEs

No Brasil, existem mais de uma classificação que é utilizada para classificar o porte de uma empresa. 

As classificações são ditadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Política Nacional do Meio Ambiente, Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Porém, entre as regras gerais há algumas principais como a renda e número de colaboradores.

Além de que negócios com faturamento bruto de até R $360 mil ao ano e até 20 funcionários são considerados microempresas.

Regimes tributários

Para realizar a contabilidade para PMEs é importante que a mesma esteja enquadrada no regime tributário correto. 

Normalmente, as pequenas e médias empresas podem ser enquadradas em dois: 

  • Simples Nacional; 
  • Lucro Presumido. 

Vale ressaltar que o Simples Nacional foi criado para atender justamente aqueles que precisam de contabilidade para PMEs.

No entanto, ser enquadrado no Simples Nacional nem sempre é vantajoso ou possível, pois nem todas as atividades-fim podem ser enquadradas no Simples Nacional. 

O Simples Nacional só costuma ser vantajoso para as empresas que têm como um dos principais gastos a folha de pagamento. 

Contudo, vale lembrar que, independente do porte, as empresas que optarem por abrir seu capital devem calcular seus impostos dentro do Lucro Real.

Lucro Presumido

O Lucro Presumido tem esse nome pelo sistema de tributação dos seus principais impostos federais: 

  • Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL). 

Ambos incidem sobre a parcela que a legislação considera como lucro.

Simples Nacional

Dentro do Simples Nacional, as PMEs são divididas da seguinte maneira:

  • Microempreendedor Individual (MEI): pode possuir um único empregado e deve ter receita bruta anual de até R$ 81 mil;
  • Microempresa (ME): empresa com receita anual bruta igual ou inferior a R$ 360 mil; 
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): tipo de sociedade das empresas que têm receita bruta anual de R $4,8 milhões.

Simples Nacional? Quem pode e quem não pode optar pelo regime?

Por ter diversas vantagens ao realizar a contabilidade para PMEs, se enquadrar no Simples Nacional é o desejo de muitas empresas. 

Para se enquadrar no regime a empresa deve cumprir as seguintes regras: 

  • A empresa não pode faturar mais que R$ 4,8 milhões por ano;
  • Não possuir débitos com o INSS;
  • Estar regularizada nos cadastros fiscais;
  • Exercer atividades com serviços financeiros;
  • Ter sócios no exterior;
  • Possuir capital em órgãos públicos;
  • Ser constituída sob sociedade de ações;
  • Ser cooperativa.

Porém, não podem aderir ao Simples Nacional empresas que: 

  • Possuem débitos com o INSS;
  • Não estão regularizadas nos cadastros fiscais;
  • Têm sócios no exterior;
  • Pessoas jurídicas que constituem corporativas;
  • Tenham sucursais ou filiais no exterior.

Além disso, existem também alguns tipos de atividades que não podem aderir ao Simples Nacional. Entre elas estão empresas que: 

  • Prestadoras de serviço de transporte;
  • Importadores de combustíveis;
  • Fabricantes de veículos;
  • Distribuidoras e geradoras de energia;
  • Atuar com locação ou cessão de mão de obra;
  • Produzir ou vender cigarros, refrigerantes, bebidas alcoólicas e armas de fogo.
Assessoria gratuita

Está em busca de serviços contábeis para a sua empresa? Conte com os especialistas da Tupi Brazil Solution! 

Ao longo deste conteúdo você pôde aprender mais sobre contabilidade para PMEs, não é mesmo? 

Você pode ter notado, ao longo do tempo, que gerir um novo negócio pode ser um tanto quanto trabalhoso, mas não há com o que se preocupar! 

Atualmente você  pode contar com uma equipe especialista em contabilidade para PMEs para cuidar de todos os trâmites necessários para se tornar um gestor cada vez melhor. 

Neste sentido, você deve conhecer a Tupi Brazil Solution! 

Hoje a Tupi Brazil Solution é mais do que uma das principais empresas no setor contábil no Brasil. 

Há mais de 4 décadas no mercado, a Tupi Brazil Solution tem auxiliado os gestores e empreendedores que desejam abrir e organizar o seu novo negócio no âmbito nacional e internacional.

Gerenciar uma empresa e empreender não é uma tarefa simples, mas as questões fiscais e contábeis não devem se tornar um problema para você.

Por isso, é fundamental compreender a importância de se contratar um contador para cuidar de todos os passos ao abrir uma empresa no Brasil, onde o profissional seja consultivo na sua empresa, para atuar em parceria com a sua organização, no desenvolvimento na prática de seus processos e sistemas integrados.

Pois, profissionais qualificados colaboram diretamente para o crescimento da sua organização, evitando que problemas tomem o seu tempo que comprometem o seu crescimento.

Se você precisar de um especialista para te auxiliar na contabilidade para PMEs entre em contato conosco — nós podemos te ajudar!

Preencha o formulário e em breve entraremos em contato

Deixe um comentário