Misturar contas da empresa com as contas pessoais é problema na certa: como evitar erros graves nas suas finanças

Não importa se você é pessoa física ou pessoa jurídica, não saber separar as contas pode resultar em problemas com a Receita Federal, além de levar a sua empresa à falência. Quer entender mais sobre? Confira o conteúdo que a Tupi preparou para você! 

Em decorrência da crise mundial do Coronavírus de 2020, os pedidos de falência aumentaram significativamente no Brasil. 

Dados da empresa que aplica inteligência analítica na transformação de informações para a tomada de decisões em concessão de crédito e negócios em geral, os pedidos de falência aumentaram 12,7% em comparação com 2019.

Já as falências decretadas apresentam crescimento de 1,9% no mesmo período. 

No entanto, mesmo que a crise mundial tenha aumentado esse aumento, os especialistas acreditam que velhos hábitos, como misturar as contas de pessoa física (PF) e pessoa jurídica (PJ) é um grande erro e pode comprometer a saúde financeira das empresas. 

Mas como se livrar desse hábito e como controlar ambas contas? Acompanhe a seguir: 

O que fazer para não cometer erros

Os especialistas orientam a abertura de duas contas bancárias. Dessa maneira, é possível separar os orçamentos das pessoas físicas e jurídicas. 

Pode-se contar com o auxílio de bancos digitais para evitar burocracias e custos dos bancos tradicionais. 

É importante ressaltar que esse simples processo facilita a identificação dos resultados do próprio negócio. 

Uma vez que com o detalhamento da conta é possível analisar se a empresa está gerando bons resultados ou se os gastos estão dando prejuízos. 

Além da separação de contas bancárias, recomenda-se que o empresário escolha apenas um único dia do mês para receber o lucro ou o pró-labore. 

Se a escolha for retirar apenas em um único dia, o empresário irá tirar a sobra da conta da empresa para a conta da pessoa física. Se for o pró-labore, o ideal é retirar o valor na data do pagamento dos funcionários.

Além disso, a empresa pode precisar de auxílio dos sócios para superar as dificuldades financeiras. 

Empresas que contam com apenas um empresário no comando podem pegar o valor como empréstimo e, com isso, cria-se um programa de pagamentos para que a pessoa jurídica pague esse montante.

Malha fina? 

Além do descontrole nos gastos, a mistura entre as contas de pessoas física e jurídica pode acarretar em problemas com a Receita Federal. 

Ao fazer repasses ou captação de recursos e retiradas da empresa, essas informações devem estar declaradas como operações na contabilidade da pessoa física ou pessoa jurídica.

Quando se faz o pagamento de despesas da empresa com recursos próprios sem o registro ou faz empréstimos para a pessoa jurídica para pagar contas da pessoa física, há grandes chances de o empresário cair na malha fina da Receita Federal. 

Dessa forma, o melhor caminho é deixar tudo registrado e esclarecido sobre quais operações são da PF e quais são da PJ.

Além disso, não haverá planejamento para a pessoa física e jurídica, já que não se terá uma visibilidade clara dos gastos das pessoas e resultará em confusão patrimonial com descaracterização da empresa como PJ e atingir diretamente os bens pessoais dos sócios.

Precisa de ajuda com a contabilidade da sua empresa? Conte com os especialistas da Tupi Brazil Solution! 

Você pôde aprender, ao longo desse conteúdo, como evitar erros com as suas contas de pessoa física e pessoa juridíca, não é mesmo?

Se em algum momento você notar que precisa de ajuda, não há com o que se preocupar, pois você pode contar com uma equipe especialista para cuidar de todos os trâmites necessários para se tornar um gestor ou empreendedor cada vez melhor. 

A Tupi Brazil Solution é mais do que uma das principais empresas no setor contábil no Brasil. 

Há mais de 4 décadas no mercado, a Tupi Brazil Solution tem auxiliado os gestores e empreendedores que desejam abrir e organizar o seu novo negócio no âmbito nacional e internacional.

Gerenciar uma empresa e ser um empreendedor não é uma tarefa simples, mas as questões fiscais e contábeis não devem se tornar um problema para você.

Por isso, é fundamental compreender a importância de se contratar um contador para cuidar de todos os passos ao abrir uma empresa no Brasil, onde o profissional seja consultivo na sua empresa, para atuar em parceria com a sua organização, no desenvolvimento na prática de seus processos e sistemas integrados.

Lembre-se que profissionais qualificados colaboram diretamente para o crescimento da sua organização, evitando que problemas tomem o seu tempo que comprometem o seu crescimento.

Se você precisar de um especialista para te auxiliar na gestão da sua empresa, entre em contato conosco — nós podemos te ajudar!

Preencha o formulário e em breve entraremos em contato

Deixe um comentário