Conta-salário no Pix pode revolucionar na gestão de folha de pagamentos

Que o PIX veio para facilitar o dia a dia você já está cansado de saber. Mas você sabe como ele pode revolucionar a gestão de folha de pagamentos? É isso que iremos falar neste conteúdo. Continue a leitura e acompanhe!

A folha de pagamento é parte do relacionamento empresa-banco. Geralmente esses processos são complexos e consequentemente, caros. 

No entanto, o Banco Central anunciou o ingresso de contas-salário no novo sistema de pagamentos, ou seja, o PIX. 

Provavelmente esse modelo de pagamento chegará no primeiro trimestre deste ano e representa uma grande mudança para as empresas, tanto para baratear os custos, como dar mais liberdade ao colaborador. 

Atualmente, a folha de pagamento é uma das poucas que ainda não podem ser operadas através do PIX. 

Isso porque, para a sua aprovação é importante que haja mudanças na regulamentação. 

Porém, em reunião com o mercado em janeiro, o BC informou que fará ajustes que permitam a folha de pagamento feita através do PIX. 

A conta-salário existe desde 2006, porém ganhou visibilidade em 2018, quando o BC declarou que o trabalhador poderia escolher onde gostaria de receber o salário. Esta modalidade, então, passou a ser conhecida como portabilidade. 

Para receber dessa maneira, as empresas precisam abrir uma conta-salário e, dela, o salário vai diretamente para a conta escolhida pelo trabalhador por meio de transferência eletrônica e sem tarifas. 

Antes, era comum que o colaborador tivesse que abrir conta em um banco diferente a cada mudança de empresa, para se adequar à instituição escolhida pela empresa.

Para executivos do setor, a longo prazo é possível que a modalidade deixe de existir, porque perderia o sentido.

Com o PIX, o colaborador poderia escolher o banco em que quer receber, e a empresa não teria muito trabalho para enviar os recursos, o que dá liberdade ao funcionário e reduz custos para as empresas. 

Nesse sentido, não faria sentido existir conta-salário, que foi criada justamente para dar esse poder de escolha. 

Para que a mudança da conta-salário pudesse ser real, os pagamentos via PIX poderiam ser realizados através do CPF do colaborador. 

O funcionário só precisaria cadastrar seu CPF como chave PIX e a partir disso, ele poderia mudar a qualquer momento, pois a portabilidade de chaves não é algo muito complexo.

E você, o que acha dessa mudança? O peso financeiro da folha de pagamento diminuirá com o PIX? 

Preencha o formulário e em breve entraremos em contato

Deixe um comentário